Paineira – o floral do amor materno e do acolhimento

Confesso que queria muito escrever sobre o que é a terapia floral antes de fazer a descrição da primeira essência floral que sintonizei. Mas de algum modo sinto que deveria escrever sobre a Paineira antes de qualquer outra coisa, por isso mãos a obra.

Conheci a Paineira por de um modo muito peculiar. Minha professora de floral adorava essa essência, vivia falando dela então, como que por contagio, comecei a gostar dela, a descrição desse floral dada pela Maria Grilo, criadora do sistema floral Filhas de Gaia (sistema na qual esse floral foi pela primeira vez sintonizado) era muito bonita, porém eu nunca havia visto uma flor ou árvore do paineira, pelo menos era isso que eu achava.

Ao mesmo tempo eu criei uma afinidade muito grande com uma árvore que fica em frente ao local onde minha mão trabalha, ela era alta, com espinhos no tronco e algumas tinham certa curvatura no tronco que pareciam muito estar grávidas. Comecei a usar a imagem daquele tronco forte, com pequenos veios verdes parecendo uma escama juntamente com os espinhos pra imaginar um escudo em locais onde eu me sentia muito exaurido, fez muito efeito. E adivinhem, essa árvore era a paineira. Foi muito emocionante pra eu descobrir que a essência floral que eu amava a descrição vinha de uma árvore tão linda que havia virado minha companheira em um momento em que eu precisava me sentir protegido e amparado.

Claro que resolvi sintonizar o floral. Fiz tudo conforme o mandado, flores que não tocaram o chão, água, luz do sol. O floral estava pronto e eu estava muito orgulhoso de ter feito meu primeiro floral. Agora só faltava eu mesmo ter minhas próprias definições sobre como aquele floral agia. Comecei a tomá-lo e fiz algumas meditações próximas as arvores de onde retirei as flores, desse processo escrevi a seguinte nota sobre o efeito desse floral:

“A primeira vez que vi a árvore, senti sua casca como um grande escudo. Ela nos trona acolhido pelo Grande Espírito (Deus, Luz-Amor, Espírito Santo), é como uma criança que corre para a mãe após se machucar e é acolhido por ela. Amparo e acolhimento são palavras que descrevem a energia desse floral.

Assim como a dor do machucado é diferente da dor do remédio, esse floral transforma a dor em uma forma de cuidado e de lição.

Ele nos dá a impressão de estarmos sendo regidos por algo maior, um ser superior que nos guia, nos orienta e nos ampara. È o floral do colo, da aceitação de si como se é. Ele nos acolhe e nos mostra que somos amados.

Ameniza a angustia da solidão, é um floral que deva ser dado quando se necessita de um abraço. De certa forma esse floral me lembra uma musica que minha mãe cantava pra mim quando eu era pequeno que dizia: Encosta sua cabecinha no meu ombro e chora, e conta logo suas magoas todas para mim.

Depois desse primeiro momento de acolhimento esse floral nos traz a mensagem de que precisamos caminhar, que temos um porto seguro dentro de nós que nos ampara, ele nos diz pra seguir em frente e que as pedras no caminho são só pedras. Assim como uma mãe, que após ter acolhido o filho que caiu de bicicleta, o incentiva a continuar andando.”

Nem preciso dizer que esse floral trabalha o aspecto materno do nosso ser. Trabalha nossa relação com nossa mãe, com o feminino no que diz respeito à nutrição e com o aspecto amoroso e acolhedor de Deus.

E para concluir uma breve descrição desse floral dada pela Maria Grilo no site www.filhasdegaia.com sobre a paineira:

“Restabelece um vínculo com o amor, o aconchego e a proteção da Grande Mãe, para que nossa Criança Interior sinta-se segura para desabrochar e expressar o melhor de si no aqui e agora, em uma tonalidade de paz, suavidade e harmonia com a Vida que nos cerca. Esta conexão com a Mãe interior permite-nos tirar nosso foco das dores, medos e conflitos do passado e vivenciar um sentimento de conforto no aqui e agora. ”

É um floral muito gostoso de se tomar, “ele acolchoa a alma” foi uma expressão que ouvi, realmente, é essa a sensação que tenho quando o tomo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s